Livro

Trono de Cangalha

Laércio Ramalho nasceu na Caatinga, e para a zona urbana, levou a luta iniciada por seus antepassados cangaceiros – os únicos heróis que compuseram a sua infância. Ainda jovem, esbarrou-se com a truculência do governo militar, e nas fímbrias de um passado turbulento, perdeu o seu grande amor.  Entre expropriações bancárias, torturas e fugas eletrizantes, o nosso anti-herói segue às margens da sociedade, impelido pelo legado justiceiro que borbulha em suas veias, conforme se equilibra em uma linha tênue que oscila entre criminalidade e heroísmo. Sua história adentra pelas duas décadas seguintes e, na contramão da previsibilidade, avança para um desfecho surpreendente. 

Inscreva-se para receber artigos e outras
produções originais.

Voltar ao topo