TRONO DE CANGALHA

Laércio Ramalho nasceu na Caatinga, e para a zona urbana, levou a luta iniciada por seus antepassados cangaceiros – os únicos heróis que compuseram a sua infância. Ainda jovem, esbarrou-se com a truculência do governo militar, e nas fímbrias de um passado turbulento, perdeu o seu grande amor.

SOBRE O AUTOR

Aroldo Veiga nasceu em Aracaju. Graduou-se em Educação Física pela Universidade Federal  de Sergipe. Fez especialização em Língua, Linguagem e Literatura pela Universidade Tiradentes. Atualmente trabalha como professor na rede pública de ensino. Trono de Cangalha é a sua primeira produção literária.

Quem busca nas entrelinhas do conhecimento, encontra, na clareza do aprendizado, o caminho da sabedoria.

Literatura, para mim, é devastação, a sútil arte de explodir paradigmas. É imensidão, nadar num oceano de letras e nomes. É devassidão, o desnudar da mente para o olhar deleitoso do mundo. Literatura, para mim, também é contradição, o paradigma que não se quebra, no mar que não nadamos com a roupa da mente que não tiramos. Tudo isso, para mim, é literatura.

O QUE DIZEM

O escritor, enfim, é alguém que com a sua visão peculiar, com sua linguagem, com suas histórias é capaz de construir um pensamento e deixar a sua marca no mundo. Aroldo Veiga, com este Trono de Cangalha, começa a deixar a sua marca no
mundo. Como escritor.
 
Marcos Cardoso

Professor, escritor e jornalista.

Com um vocabulário rico e linguagem fluida, o autor se utiliza da literatura como instrumento de denúncia e de análise social. Uma obra com extraordinário potencial de publicação
 
Gustavo Aragão

Professor, escritor, poeta, jornalista e revisor. Membro fundador da Academia de Letras de Aracaju.

Inscreva-se para receber artigos e outras
produções originais.

Voltar ao topo